16
mai
Bancos na decoração

A gente, ao longo do tempo, adquire o costume de usar determinados móveis e acessórios sempre da mesma forma, sem tentar explorá-lo de maneiras diferentes. Este olhar acomodado faz com que a gente não consiga perceber quão multiuso um objeto pode ser. E, para reverter este processo, olha… só exercitando. Experimente olhar um móvel com outros olhos, sem medo do ridículo e com mente aberta, e veja quantas possibilidades podem sair desta análise meio maluca. Garanto que sua cabeça vai borbulhar de ideias!

(Pinterest)

O banco é um exemplo de móvel megaversátil e pouco aproveitado pela maioria das pessoas. Garanto que você nunca conseguiu fugir muito do comum, sempre o colocando em volta da mesa ou em um cantinho para receber as visitas.

(Inspiracion Online)

Já pensou que ele pode fazer às vezes de mesa de centro? Pois é, o banco fica superlindo e diferente se colocado na sua sala de estar, para servir de apoio as suas revistas e acessórios decorativos. Se sua casa permite o uso de um móvel de maior comprimento, por que não arriscar?

Para manter o equilíbrio do ambiente, é só prestar atenção nas medidas: o tamanho do banco não pode ultrapassar as proporções do seu sofá.

(Restoration House)

Como prova de que ele é bem-vindo em qualquer ambiente da casa, que tal colocá-lo no seu quarto? Quando posicionado aos pés da cama, ele fica lindo e megafuncional, apoiando suas roupas ou te ajudando no momento de calçar os sapatos:

(My Home Ideas)

No hall de entrada, ele se encaixa perfeitamente, pois é estreitinho e não atrapalha a passagem. Escolhendo um modelo bonito, é só você decorá-lo com almofadas coloridas e pronto: ele dará um toque todo especial para seu cantinho. Além disso, vai servir de apoio para bolsas e casacos.