Posts com a Tag ‘Do It Yourself’

29
jun
Top 5 da Semana

Vamos para as cinco ideias de projetos “faça você mesma” que mais nos encantaram durante estes últimos dias:




Luminária de Vaga-Lumes

Feita com materiais simples que todo mundo tem em casa, esta Luminária de Vaga-Lumes é fofa de doer. =) Dá vontade de fazer várias para enfeitar o quarto das crianças, festinhas feitas em casa e até para dar de presente para alguém – aquele mimo espontâneo independente de data festiva, sabe? Para uma casinha mais iluminada e criativa. Com apenas uma garrafa de plástico, caneta preta com tinta definitiva e luzes pisca-pisca, deu para criar esta belezura. Vem ver mais detalhes do passo a passo.

Cobogó no banheiro

A fofa da Vivi do Decorviva! foi quem personalizou o box deste banheiro para a revista Minha Casa. O resultado não ficou incrível? A gente ammmou! Com um molde de cartolina, a Vivi desenhou vários cobogós no verso de um papel contact colorido. Depois de recortar um por um, ela foi colando na parte externa do box, dando este efeito moderno e bem inusitado para o banheiro. Veja mais detalhes aqui.

Mural personalizado com toques neon

Quem disse que mural de cortiça tem que ser obrigatoriamente retangular? Comprando a cortiça e tendo o material necessário, dá para fazer um mural do formato que você quiser. Esse formato oval do mural da foto ficou uma graça, ainda mais com toques de tinta neon cor de rosa nas bordinhas: beleza nos mínimos detalhes. Para fazer um igual no seu homeoffice, dá um chego neste blog e aprenda o PAP.

Reaproveite garrafas de vidro!

Não tem nenhuma habilidade manual? Não manja de pintura, costura, nadica de nada? Então este projeto foi feito pra você! Cobrindo as garrafas de vidro com fita dupla face, dá para decorá-las com paetês, lã e o que mais você quiser. Basta colar o material em cima da fita, mamão com açucar. A Ana compartilhou essa ideia semana passada e a gente aproveita para também mostrar pra vocês. =)

Balões com macramê

Dê uma graça a mais nos balões de festinhas de aniversário decorando-os com macramê! Feito com fio de lã, eles sustentam os balões para depois serem presos no teto. Uma solução bacana para dar um visual diferente à decoração de comemorações feitas em casa. Acompanhe o passo a passo, clique aqui!

E aí, gostaram dos projetinhos de hoje? Quais ideias lindas de “faça você mesmo” vocês tem visto por aí?

Poderá gostar também de:

1
jun
Top 5 da Semana

Hoje estamos inaugurando uma nova seção do blog, a “Top 5 da Semana”. Agora você confere aqui toda sexta-feira no Minha casa, minha cara os cinco projetinhos “Faça você mesma” que a gente mais gostou na semana. Superlegal, né? Assim você aproveita e se inspira para colocar a mão na massa no sabadão ou no domingo. =)
Não deixe de compartilhar as melhores ideias que você viu, para que a brincadeira fique ainda mais divertida, ok?




Como transformar uma geladeira antiga em um armário superfofo:

Com demãos de tinta spray, tecido adesivo para o patchwork e verniz fosco para o acabamento, esta geladeirinha ficou nova! E a gente ama geladeiras antigas na decor, lembra? Veja como esta reforminha foi feita clicando aqui.

Reaproveite camisetas velhas neste DIY moleza!

A camiseta furou mas a estampa continua sendo boa? Então transforme-a em um quadro, basta grampeá-la em volta da moldura. Mamão com açucar, hein? Vimos aqui.

Caixas de suco transformadas em vasos charmosos:

Vimos este projetinho há um tempo atrás e até já divulgamos no nosso Twitter. Mas é tão bom que merece marcar presença neste nosso primeiro Top 5. No link tem até um PDF com o molde em formato de vaso, aí é só escolher o papel colorido – caso você não achar o plástico adesivo – e se divertir. =) Vá até lá agora mesmo para aprender a fazer!

Um jardim de pendurar:

Quem tem animais ou crianças em casa precisa arrumar novas formas de plantar flores e hortaliças com segurança. Esse projetinho além de fácil, fica lindo: um visual bacana para a varanda ou o jardim, fora do alcance dos pequenos. Diretamente deste blog fofura, com PAP e tudo.

Tubos de papelão do papel higiênico fazendo a festa da criançada:

Com criatividade e tinta guache, dá para transformá-los em diferentes bichinhos, tanto para decorar festas e a casa, como para servir de brinquedo para os pequenos. Simples, fofo e sustentável. Vimos aqui, aqui e aqui.

Gostaram das ideias de hoje? \o/

Poderá gostar também de:

2
dez
Série MMM: Guerra Entre Blogueiras

Verônica – Blog  Além da Rua Atelier

Ah, que peninha! Nossa série está chegando ao fim! Mas não tem que ficar triste, não! Afinal, nós aprendemos a fazer artes incríveis com nosso supertimmme de blogueiras, né?

E hoje é dia de aprender a fazer uma cadeira toda cheia de detalhes com a Verônica, do  Além da Rua Atelier.

Fonte: Além da Rua Atelier

Aliás, não tem como falar da Verô sem falar to Ateliê onde tudo começou. Só visitando esse cantinho criativo dela pra conseguir entender! Ainda bem que ela fez um vídeo pra gente poder conferir essa arte de qualquer lugar do Brasil, né? E é claro que a cadeira linda que ela fez também aparece, confiram:

Vendo ela assim, em um vídeo, dá ainda mais vontade de fazer uma só sua, né? Então, confiram o passo a passo da Verô e se inspirem pro fim de semana:

“Passo a passo da transformação da cadeira Malawi da Meu Móvel de Madeira

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer à equipe da Meu Móvel de Madeira por confiar e acreditar em meu trabalho! É uma honra estar entre as cinco participantes deste desafio, e posso garantir que dei o meu melhor! Espero que gostem de minha transformação, assim como do passo a passo que preparei.

Vamos lá?

Quando recebi o convite do desafio, fui correndo olhar a cadeira no site da Meu Móvel de Madeira, e fiquei apaixonada.

Na hora, já tive certeza de tudo que iria fazer.

Quando a cadeira chegou, montei-a tão rápido que nem sei, tamanha a minha ansiedade em ver como ela seria ao vivo e a cores!

Achei-a maravilhosa, e pensei que um pouco de madeira aparente ficaria perfeito para compor meu trabalho, com os desenhos que pensava em fazer, tanto no encosto quanto no assento.

Decidi, então, que trabalharia apenas nestas partes (encosto e assento) e deixaria o restante da cadeira no original.

Acho lindos os móveis onde há pintura e madeira aparente, e tive certeza de que ficaria perfeito nesta cadeira também.

Passo 1 – Lixar as tiras da madeira (encosto e assento da cadeira)

Ai que dó de lixar esta madeira tão linda… rs

Lixar é necessário para tirar o verniz da peça. Assim, a madeira absorverá bem a tinta que será aplicada posteriormente.

Use lixa 60 para madeira.

Mão firme e boa vontade, é tudo que precisamos aqui.

Lembre-se de lixar a madeira SEMPRE NO MESMO SENTIDO, para que depois a pintura fique uniforme.

Passo 2 – Limpar as peças lixadas

Depois que todas as peças estiverem lixadas, passar um pano seco para tirar o pó da madeira.

Se perceber algum lugar que ainda tenha verniz, que esteja mais brilhante, lixar e limpar.

As peças ficarão mais opacas, pois todo o verniz foi removido.

Passo 3  – Aplicação do fundo preparatório para pintura

Pintar as tiras de madeira com tinta PVA branca.

Este é o fundo preparatório para a pintura e serve para qualquer tipo de trabalho que você deseje fazer.

Como as tiras são retas, sem curvas ou rococós, pintei tudo com um rolinho pequeno.

Tome cuidado para não deixar a tinta escorrer. Se isso acontecer, limpe em seguida para que sua pintura não fique marcada.

* Dica: coloque bem pouca tinta no rolinho para não fazer uma lambança. Comece pelas bordas, depois pinte um lado, espere secar bem e pinte o outro lado, sempre prestando atenção para não deixar a tinta escorrer ou acumular em alguns pontos.

Faça sua pintura bem uniforme.

Como na primeira demão a madeira absorve muita tinta, ela não fica perfeita. Depois de seca, parece que a pintura foi malfeita.

Optei por dar mais uma demão de tinta PVA branca, pois a madeira absorveu muita tinta na primeira demão.

Notem como ficou a primeira demão e como, na segunda, a pintura já ficou mais branca.

Passo 4  – Pintura

Optei por pintar as tiras de madeira de branco, mas você pode pintar na cor que quiser.

Dei duas demãos de esmalte branco acetinado. Uso sempre esmalte à base de água, pois ele seca muito mais rápido e é superfácil de trabalhar.

O acabamento fica perfeito.

Pinte tudo com rolinho também, para que a pintura fique bem uniforme.

Passo 5 – Visualização da cadeira e conclusão da pintura de base

Para visualizar as tiras de madeira em seus lugares certos, assim como o trabalho que iria executar, montei a cadeira toda.

Tanto nas madeiras do encosto como nas do assento, apliquei mais uma demão de esmalte branco à base de água, mas já com a cadeira montada.

Decidi pintar as tiras do encosto, na parte traseira da cadeira, de várias cores, pois tive uma outra ideia.

Escolhi a cor de cada tira e dei duas demãos de tinta esmalte à base de água, também usando o rolinho.

Essas tiras foram pintadas separadamente, e não na cadeira.

Assim que acabava uma tira, esperava secar bem, colocava em seu lugar e pintava outra.

Passo 6  – Pintura dos desenhos no encosto e assento da cadeira

Minha ideia inicial era pintar os desenhos em cada tira de madeira, separadamente, e depois montar a cadeira.

Acontece que fiquei com medo de, na hora da montagem, os desenhos não se encaixarem.

Decidi pintar tudo com a cadeira montada, e foi a partir daí que comecei a brincar que estava “descadeirada”.

Não é fácil pintar estes desenhos miudinhos numa peça montada.

Foi um verdadeiro malabarismo!

Mas valeu cada posição, cada dor nas costas, e todas as horas que passei pintando e tirando ideias nem sei de onde…

Na maioria dos desenhos, tive que dar uma segunda demão de tinta para que eles ficassem bem visíveis e sem falhas.

Pintei tudo com pincel ZERO, sem desenhar antes. Uma ideia foi puxando a outra, e um imenso mosaico de desenhos foi se formando.

As tintas que usei: esmalte à base de água em várias cores, algumas compradas e outras feitas por mim, com esmalte branco e corantes líquidos, e tintas acrílicas para artesanato, em diversas cores.

Na parte traseira do encosto da cadeira, optei por escrever palavras e frases.

Acho lindos demais os móveis e ambientes com palavras de otimismo e alegria!

Eu não costumo escrever a lápis antes, vou direto com o pincel, mas fiquei com muito medo de fazer algo desproporcional.

Para ficar mais tranquila, escrevi as palavras e frases com um lápis e, depois, pintei com pincel zero e tinta preta (esmalte à base de água).

Assim, se eu fizesse algo desproporcional, poderia apagar com borracha e escrever de novo.

Esta foi a parte onde tive que ter mais autocontrole e firmeza na mão.

Fiquei horas fazendo esta pintura.

*Dica: se você não tem habilidade para fazer desenhos pequenos, pode trabalhar com estêncil ou adesivos, enfeitando sua peça da forma que preferir.

Espero que esse passo a passo esteja bem claro e ajude muito quem quer pintar seus móveis e tem medo ou não sabe por onde começar”.

E então, gostaram? Uma ótima ideia de artesanato pra esse fim de semana, não é mesmo?

E assim termina nossa série de tutoriais das cadeiras da Guerra Entre Blogueiras. Às blogueiras que colaboraram com essa ação superbacana e do bem, fica o muito obrigado de todo coração do Timmme todo! Saibam que a Equipe MMM virou é fã de carteirinha de vocês, meninas!

Se você quer aprender a fazer as cadeiras das outras blogueiras, clique aqui para acessar os outros tutoriais e conhecer tudinho sobre esta ação da MMM.

E, caso você tenha feito um desses tutoriais ou conhece alguém que fez, compartilhe com a gente! Nós adoramos ver as artes que vocês aprontam por aí!

Poderá gostar também de: